Fazer a gestão de clínica médica não é uma tarefa fácil. Existem diversos problemas que podem acontecer na administração do negócio que atrapalham o faturamento e os serviços prestados aos pacientes, o que acaba prejudicando a sua imagem no mercado.

Quer descobrir quais são os erros mais comuns no gerenciamento de instituições de saúde? Neste post separamos 4 deles para você. Continue a leitura e descubra como evitá-los! Vamos lá? 

1. Não fazer o controle das finanças

Assim como outros tipos de empreendimento, uma clínica é um negócio e, para ter sucesso, suas finanças precisam ser bem gerenciadas. Por isso, manter o fluxo de caixa sempre atualizado, com registro de todas as entradas e saídas de capital, independentemente dos valores, é fundamental.

Somente por meio desse controle é possível manter as contas em dia e mensurar os índices de economia. Assim, você pode até fazer planos em médio e longo prazos para novos investimentos e conquistas.

Outro ponto que merece atenção quando o assunto é setor financeiro é a escolha da tributação mais adequada para a empresa. Muitas vezes, o modelo tributário escolhido não é o correto, o que faz com que você pague mais do que deveria em impostos — refletindo na perda de dinheiro.

Leia também: Conheça 3 boas práticas para o faturamento em clínicas médicas 

2. Não investir em tecnologia

O gerenciamento de clínicas e hospitais é uma tarefa complexa e que exige muita dedicação de seus gestores. Neste contexto, contar com um software para clínicas ajuda muito em todas as etapas do processo.

Com um software de gestão, você consegue realizar cálculos e controlar as finanças de forma muito mais simples e atualizada, além de conferir os cadastros e dados clínicos dos pacientes em apenas um clique.

O melhor é que tudo isso pode ser feito de maneira remota, por meio de um dispositivo eletrônico conectado à internet. Como todas as informações são armazenadas na nuvem, seu trabalho não fica restrito ao ambiente físico da clínica.

Então, não deixe de investir nesses recursos para que todos os procedimentos sejam controlados da melhor forma possível, o que é determinante para o bom andamento do seu negócio.

3. Não ter metas bem estabelecidas

Um dos maiores erros na gestão de clínica médica é deixar de estabelecer metas. Criar uma lista com objetivos e determinar datas para que eles sejam atingidos é indispensável para a melhoria contínua e para o crescimento do seu empreendimento.

Por exemplo, você pode determinar a quantidade de pacientes que deseja atender no prazo de seis meses e, assim, estabelecer estratégias a fim de atingir tal número. No entanto, você deve ser realista e evitar exageros, pois metas inalcançáveis só geram frustrações! Por isso, tenha equilíbrio na hora do planejamento. Em seguida, é só iniciar os trabalhos para que todas as determinações almejadas sejam atingidas.

4. Não incentivar a capacitação dos profissionais

Por fim, não podemos deixar de citar a falta de capacitação dos profissionais como um dos principais problemas para as clínicas médicas. Afinal, as instituições de saúde são voltadas para o atendimento ao público, que deve ser adequado para conquistar e fidelizar cada vez mais pessoas.

Portanto, todos os colaboradores precisam estar alinhados ao nível de qualidade esperado para a clínica. Para atingir esse objetivo, invista em cursos de aperfeiçoamento e treinamentos. Esse é o segredo para oferecer o melhor atendimento possível aos seus pacientes.

Agora que você já sabe quais são os erros mais comuns na gestão de clínica médica, siga nossas dicas e estabeleça estratégias para que o seu gerenciamento seja mais eficiente. Assim, as chances de sucesso para o seu negócio são altas!

Gostou deste post? Siga nossas páginas nas redes sociais — estamos no FacebookTwitter e LinkedIn — e fique sempre por dentro dos melhores conteúdos para clínicas e hospitais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para o topo