A emissão do laudo a distância é uma das grandes vantagens da telemedicina na atualidade. Essa é uma maneira precisa e econômica de gerar laudos de exames sem a necessidade de dispor de mão de obra especializada ou laboratórios e equipamentos para processar ultrassonografias e radiografias, por exemplo.

Isso porque a medicina digital é a grande aposta para o futuro da profissão. Graças ao avanço tecnológico e à qualidade dos serviços dos meios de comunicação, esse cenário avançou muito nos últimos anos.

Além disso, a minimização dos custos ao implantar essa ferramenta tem proporcionado satisfação por parte do gestor/médico e dos pacientes, que obtêm o resultado em menor tempo e com a mesma qualidade.

Quer entender como funciona o laudo a distância? Então, não perca as informações que daremos neste post!

Afinal, o que é laudo a distância?

É a possibilidade de envio e transmissão de dados clínicos e radiológicos do paciente por meio da telemedicina. Essa prática existe desde os anos 1990, quando começou a ser desenvolvida em um programa da NASA (National Aeronautics and Space Administration — Administração Nacional da Aeronáutica e Espaço dos Estados Unidos), para levar atendimento médico a regiões com carência de profissionais ou infraestrutura.

Sendo assim, a emissão online de documentos clínicos foi possível devido às mudanças tecnológicas que ocorreram ao longo dos anos, aliadas às novas descobertas científicas que proporcionam a obtenção de resultados clínicos com especificidade e sensibilidade apuradas.

Nesse sentido, os equipamentos conseguem captar anormalidades em estágio inicial e compartilhar essas informações em tempo real para o médico solicitante, o que gera um ganho enorme de tempo.

Dessa forma, a proposta de laudo a distância visa a agilidade dos atendimentos, aumentando também a clareza no diagnóstico clínico com a inserção de metodologias digitais, sendo realizado por um especialista radiológico.

Essa tecnologia é regulamentada?

A Associação Americana de Telemedicina (ATA) é responsável pela regulamentação da telemedicina e contempla os serviços de laudo a distância. Trata-se de um setor que está crescendo em muitos países, como Estados Unidos, Arábia Saudita, Líbano, Jordânia, Emirados Árabes e França.

Ademais, a telemedicina é reconhecida pelos conselhos de medicina e por várias leis nacionais, inclusive no SUS. Todavia, é preciso cadastrar a instituição e fornecer dados sobre o responsável técnico pela emissão dos resultados clínicos a distância.

Também, é fundamental que a instituição demonstre como garante o sigilo das informações transmitidas por meios eletrônicos, a fim de evitar que os laudos sejam desviados para pessoas não autorizadas a visualizá-los ou editá-los.

As empresas interessadas nessa ferramenta são aquelas que ofertam exames radiológicos, mamografias, angiografias ou outros que possam utilizar essa tecnologia, porém, existem restrições de envio online para alguns exames.

Leia também: Telemedicina: entenda a resolução 2.227/18 do Conselho Federal de Medicina

Como se dá o envio dos laudos?

O envio dos laudos de exames é um ponto fundamental para a agilidade das consultas de retorno e para os diagnósticos. A rapidez nesse processo é essencial para a satisfação do paciente e definição do prognóstico.

Essa dinâmica funciona da seguinte maneira: os médicos realizam os exames e enviam os dados colhidos, assim como o prontuário do paciente, por meio de uma plataforma eletrônica. Ao chegar à empresa terceirizada, essas informações serão analisadas pelos radiologistas, que emitirão o laudo final.

Esse documento será retransmitido para a empresa solicitante que disponibilizará o resultado online para o paciente, encaminhará para o médico solicitante ou será impressa pelos interessados.

As plataformas usadas para isso são e-mail, aplicativos de mensagem compatíveis com o software e possibilidade de compartilhamento via nuvem no drive, opções que dependem da preferência dos profissionais e pacientes.

Assim, com os laudos a distância, não é necessária a entrega dos exames via correio, motoboy ou por outros serviços que seriam mais dispendiosos pela urgência, tais como Sedex 10 — algo que aumentaria o custo final do serviço.

Quais são as vantagens do laudo a distância?

Os benefícios da emissão e compartilhamento de laudos a distância são notórios e influenciam a rotina clínica referente à disponibilização desses documentos para os pacientes e profissionais clínicos que o assistem.

Conheça a seguir as consequências positivas, a longo prazo, quando o gestor opta pela implantação de laudos a distância.

Redução de custos

A obtenção de laudos a distância revela-se uma estratégia significativa para redução de custos, pois elimina a obrigatoriedade de impressão desses documentos, diminuindo o consumo de papel.

Devido a isso, as empresas não necessitam de grandes gaveteiros e ambientes para armazenar esses resultados, sendo que essa área pode ser utilizada para implantação ou ampliação de serviços. A consequência pode ser refletida na redução de funcionários que antes tinham como função a entrega dos laudos impressos.

Aumento da produtividade

A forma de obter laudos a distância é significativamente mais rápida se comparada aos métodos tradicionais. Em virtude disso, a quantidade de documentos obtidos é maior e em menor tempo.

Esse processo reflete em eficiência e aumento da produtividade, fatores essenciais para fazer o planejamento estratégico situacional e garantir a sustentabilidade financeira da instituição, sem prejuízos na qualidade e consistência dos documentos técnicos gerados. Os laudos a distância têm as mesmas informações que aqueles obtidos por via física, basta apenas conscientizar os pacientes sobre isso.

Atendimento personalizado

A emissão de laudos a distância proporciona um documento bem elaborado, condizente com a situação clínica do paciente, sempre atendendo a legislação vigente quanto aos critérios de sigilo e compartilhamento das informações.

Devido à qualidade e robustez desses documentos e da possibilidade de criar uma pasta com o histórico de resultados, configura-se um atendimento personalizado e com possibilidades de aferir um prognóstico.

Mais produtividade para o profissional

O médico que realiza o exame radiológico no paciente tinha a responsabilidade de elaborar o laudo também. Com a possibilidade de terceirizar o serviço, esse profissional terá mais produtividade em suas atividades.

Isso porque ele se destinará a fazer uma varredura mais apropriada durante o exame do paciente, avaliando com acurácia as nuances que geram dúvidas, fornecendo imagens mais precisas para o especialista que fará o laudo.

Assim, como o tempo destinado a laudar foi transferido para outro profissional, os processos na clínica solicitante terão um maior controle de qualidade, inferindo em serviços de excelência para o paciente.

É possível optar pela terceirização dos laudos?

A opção pela terceirização dos laudos é uma prática que tem crescido devido às vantagens inerentes a essa atividade. Contudo, é preciso escolher uma empresa confiável e com experiência reconhecida.

Nesse sentido, cabe ao gestor interessado pela terceirização dessa ferramenta obter a documentação que comprove a legalidade das atividades exercidas pela empresa, tais como certidão de responsabilidade técnica, comprovante de endereço, alvará sanitário, dentre outros.

Também é fundamental fazer pesquisas com gestores que já optaram pela terceirização e analisar como está a adaptação na empresa solicitante. Dessa forma, será possível evitar alguns erros gerenciais e a contratação de empresas ineficientes.

Outra questão fundamental é o levantamento dos custos com a terceirização, que devem ser vantajosos em relação ao modelo existente. Após essa análise minuciosa, os gestores optarão pela estratégia com melhor custo-benefício.

Quais são as principais vantagens dessa tecnologia?

Essa é uma das maiores estratégias para aperfeiçoar os laudos, principalmente em clínicas médicas onde a atividade diária é intensa e complexa. Além disso, os benefícios serão percebidos pelos gestores, médicos e pacientes.

Isso porque essa tecnologia permite a obtenção de laudos em menor tempo, garantindo aumento da produtividade, uma vez que o médico solicitante não fará o laudo e, com isso, poderá atender mais pacientes, garantindo mais efetividade no serviço oferecido.

Também se observa a otimização do espaço, ora reservado para laudar exames, podendo ser idealizado para ampliação dos serviços ou mudanças na estrutura física, deixando o ambiente mais prático e acolhedor.

Do ponto de vista assistencial, observa-se que o paciente fica mais satisfeito em ter o laudo em menor tempo, o que implica em instituir precocemente as condutas terapêuticas. Essa situação implicará na melhoria do prognóstico, levando à cura ou ao controle das doenças crônicas.

Também é mais confortável ter a possibilidade de acessar o resultado dos exames sem sair de casa, o que é especialmente importante no caso de pessoas com dificuldade de locomoção, como idosos e gestantes.

Como funciona o armazenamento dos resultados?

As clínicas de saúde têm como desafio diário abastecer, organizar e controlar uma grande base de dados, com históricos médicos, prescrições de medicamentos, descrições de doenças e consultas.

Com o laudo a distância, os exames já são salvos como documentos eletrônicos, o que facilita o armazenamento dos resultados na nuvem. Além disso, esse armazenamento não sobrecarrega os computadores da instituição, e podem ser acessados de qualquer lugar.

Outra vantagem é o compartilhamento das informações dos pacientes, que podem ser analisadas por outros profissionais clínicos para estudar o caso em questão e discutir a melhor conduta terapêutica.

O laudo a distância é uma ferramenta que se enquadra nos princípios da telemedicina e tem como propósito aumentar a agilidade no resultado clínico com a mesma qualidade dos documentos emitidos tradicionalmente.

Todavia, as vantagens na sua implantação são maiores, pois implicarão em benefícios nos serviços, na satisfação do paciente e nas atividades gestoras. Assim, ajuda consideravelmente a vencer os desafios diários na administração de clínicas.

A emissão de laudos a distância é uma proposta inovadora que está revolucionando os cuidados assistenciais em saúde. A técnica idealizada por meio da telemedicina oferece benefícios clínicos, econômicos e logístico, além de facilitar o encaminhamento desses documentos em menor tempo para os profissionais médicos intervirem precocemente na situação clínica do paciente.

Agora que você já se convenceu dos benefícios que o laudo a distância pode proporcionar à sua clínica, entre em contato conosco e veja as opções que selecionamos para você!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para o topo