Veja quais são os principais desafios da área de TI no setor da saúde

Quando o assunto é segurança de dados e administração de riscos, a área de TI é a responsável por proteger uma instituição. Nesse processo, os profissionais da tecnologia de informação podem se deparar com algumas dificuldades, especialmente quando atuam em clínicas e hospitais. E você, sabe quais são os desafios da área de TI no setor da saúde?

Muitas vezes, o foco dos gestores é voltado apenas a melhorias no atendimento ao paciente e administração dos custos do negócio, os quais acabam deixando de lado a segurança dos dados. Assim, é papel da TI chamar a atenção das lideranças para que a organização permaneça segura e protegida.

Neste post, elencamos quais são os principais desafios de segurança de dados na saúde. Vamos descobrir como superá-los?

Minimizar violações de segurança

Clínicas e hospitais estão no topo da lista de vulnerabilidade entre os diversos tipos de instituições. Diversas vezes, as manchetes dos jornais relatam ataques de hackers nas redes de saúde, em que milhares de registros médicos são violados.

Informações clínicas são valiosas e sigilosas. O perigo de perder esses dados não é simplesmente um custo a mais para o negócio ou um aborrecimento para os pacientes. Trata-se de um risco à vida, o que torna o crime ainda mais lucrativo.

Por isso, toda a equipe precisa trabalhar em conjunto para encontrar soluções eficientes e evitar os ataques nas redes antes que eles provoquem danos irreversíveis. Em resumo, é preciso estabelecer uma estratégia ampliada, com engajamento de todos os departamentos e colaboradores.

Contar com softwares seguros, com recursos como login e senha, criptografia e armazenamento em nuvem, apesar de exigir um bom investimento, é o segredo para reduzir o índice de roubo cibernético.

Eliminar pontos cegos nas redes

Pontos cegos são regiões da rede em que a TI não tem total visibilidade do que está acontecendo. Isso ocorre, especialmente, quando há fusão entre sistemas, que levam certo tempo para ser consolidados e podem prejudicar a transmissão de dados.

Para solucionar esse problema, é necessário investir em uma arquitetura de visibilidade. A expressão indica a ação de analisar a rede e elencar dados de monitoramento, os quais devem ser coletados e transferidos para ferramentas de segurança.

A arquitetura de visibilidade adiciona serviços de broker e taps na rede para coleta e filtragem de dados. Assim, ao concluir todas as etapas, você terá as informações necessárias para o controle de questões de segurança na organização.

Identificar riscos e comunicá-los aos gestores

O processo de identificação de riscos não é uma tarefa fácil. Além disso, comunicá-los de maneira adequada para os gestores é um dos grandes desafios da área de TI no setor da saúde.

Os dados devem ser explanados sem assustar os executivos. Outro ponto a se observar é que a linguagem puramente técnica utilizada durante as reuniões não facilita o processo de entendimento. Aliás, pode até causar confusão.

Por isso, é preciso eleger as prioridades e comunicá-las de maneira estratégica, com linguagem objetiva. Experimente dizer, por exemplo, que “um criminoso tentou roubar os dados dos pacientes”, em vez de falar que “um APT utilizou o login de um usuário para instalar root kits em endpoints e que desviou o IPS ao criptografar mensagens de controle e comando”.

Assim, é possível garantir que a mensagem será bem entendida e que os riscos identificados terão os investimentos necessários para serem controlados.

Agora que você já sabe quais são os principais desafios da área de TI no setor da saúde, não deixe de investir nas soluções citadas para proteger a sua instituição. Esse é o segredo para preservar os dados dos pacientes e manter a rede da empresa longe de criminosos.

Quer ficar sempre por dentro dos melhores conteúdos sobre segurança em saúde? Assine a nossa newsletter e receba conteúdos tão bons quanto este diretamente no seu e-mail.