Saúde 4.0: o que é, como aplicar, benefícios e mais

Os avanços proporcionados pelas inovações tecnológicas estão mudando a rotina de centros de diagnóstico, clínicas e hospitais. A partir do momento em que a digitalização de processos e a inteligência artificial adentraram à medicina, surgiu o conceito de saúde 4.0, que tem revolucionado a relação entre estas instituições e seus pacientes.

Ao contar com mecanismos automatizados, é possível aumentar a produtividade e a segurança, além de reduzir os custos para o negócio. Investir em tecnologia é, portanto, sinônimo de otimização de tarefas e oferta de serviços de elevada qualidade.

Quer descobrir mais sobre a saúde 4.0? No post de hoje, vamos explicar a sua importância, como as clínicas e hospitais estão aderindo a ela e quais os benefícios proporcionados por esta nova era. Confira!

O que é saúde 4.0?

O conceito de saúde 4.0 refere-se à integração do mundo tecnológico com a medicina, abrangendo o uso de softwares de gestão, cloud computer, mecanismos automatizados, internet das coisas e muitos outros.

O termo guarda uma estreita relação com a quarta revolução industrial, também chamada de indústria 4.0, que teve início em meados de 2011 e proporcionou a informatização dos processos industriais. Assim, a tecnologia presente nos mecanismos de produção tem beneficiado também a área da saúde.

Qual a sua importância?

Com o objetivo de fornecer recursos médicos para profissionais e pacientes, a saúde 4.0 contribui para a prevenção de doenças e promoção de bem-estar e qualidade de vida para toda a sociedade.

Assim, a tecnologia está gerando uma revolução na medicina, visto que, no passado, o foco era o tratamento e cura de doenças depois que elas já tinham se instalado — tudo isso devido ao baixo investimento em medidas preventivas.

A internet das coisas, por exemplo, permite que sistemas digitais trabalhem de forma integrada, com base na comunicação e cooperação em tempo real dos equipamentos, agilizando processos relacionados ao monitoramento dos pacientes.

Ademais, com a automatização de equipamentos tecnológicos em laboratórios de análises clínicas, que conecta e moderniza métodos e máquinas, o diagnóstico de enfermidades é muito mais rápido, completo e preciso.

Como a saúde 4.0 tem sido aplicada?

Existem diversos recursos dentro da saúde 4.0 que já estão sendo utilizados por clínicas e hospitais em prol da melhoria de processos e benefícios direto aos seus pacientes.

Dispositivos médicos

As inovações abrangem desde inovações em curativos e camas de hospital, até implantes, marca-passos, equipamentos de radiografia e ressonância magnética. Todos eles são utilizados para elevar a qualidade do diagnóstico de doenças e recuperação integral da saúde dos pacientes.

A Aliança Brasileira da Indústria Inovadora em Saúde já é composta por mais de 400 empresas que atuam na produção, importação e distribuição destes produtos e equipamentos para as instituições médicas.

E-saúde

Conhecido também como telemedicina ou telessaúde, este sistema permite que serviços médicos sejam realizados a distância, beneficiando principalmente populações afastadas dos grandes centros de atendimento médico. Assim, é possível fazer diagnósticos, consultas, tratamentos e até cirurgias de forma remota, sem custos com deslocamento.

Ademais, o e-saúde também inclui equipamentos que fazem a monitorização dos parâmetros fisiológicos dos pacientes, como dos batimentos cardíacos, e enviam os dados diretamente para o médico, permitindo o acompanhamento constante das suas condições de saúde.

Softwares médicos

O uso de sistemas de gestão médica e prontuários eletrônicos possibilita a visualização de todos os dados do paciente de forma rápida, por meio de dispositivos eletrônicos móveis com acesso à internet, como tablets e smartphones.

Dessa forma, em caso de emergências, o médico pode tomar uma ação rápida e assertiva. Nas consultas de rotina, a verificação do histórico do paciente é facilitada, o que garante um diagnóstico eficaz e preciso.

Quais são os benefícios da saúde 4.0?

Se engana quem pensa que as inovações tecnológicas chegaram para deixar o contato com os profissionais da saúde cada vez mais frio e distante.

tecnologia é uma forte aliada no atendimento humanizado, que é um dos objetivos de toda instituição médica que deseja entregar o melhor serviço a seus pacientes — tarefa complexa de se conquistar.

Uma das principais práticas da humanização é o relacionamento profundo entre médico e paciente, com conversas olho no olho, escuta de suas queixas e empatia com sua condição de saúde.

Com um software de gestão, que agiliza o acesso às informações do paciente, o tempo da consulta destinado para investir em uma relação harmoniosa é muito maior, visto que o profissional não vai precisar encontrar os dados que precisa em pastas lotadas de papel.

Além disso, todos os equipamentos tecnológicos utilizados dentro da clínica ou hospital contribuem para um diagnóstico preciso, tratamento eficaz e recuperação completa da saúde dos pacientes, o que é visto com bons olhos por eles.

Como aderir a esta tendência?

Diante deste novo fenômeno, as instituições de saúde precisam se preparar para os desafios que estão por vir. Afinal, a fase de transição dos procedimentos manuais para os digitais produz impactos diretos nos métodos e equipamentos tradicionais, assim como no trabalho de todos os profissionais envolvidos, exigindo treinamento e períodos de adaptação — uma mudança definitiva na cultura da organização.

Estas alterações, todavia, fazem parte de algo maior e muito positivo, visto os diversos benefícios que a saúde 4.0 está gerando para a medicina — diagnósticos exatos, tratamentos mais eficientes, otimização de processos e aumento da produtividade no negócio.

Assim, apesar das dificuldades que podem ser enfrentadas durante o processo de transição, uma coisa é certa: no final, a sua instituição usufruirá de todas as vantagens da aplicação da tecnologia na rotina da saúde.

A saúde 4.0, que inclui recursos como inteligência artificial, internet das coisas e cloud computer, está revolucionando a medicina. Este grande e complexo conceito representa o elo definitivo entre saúde e tecnologia, que proporciona diagnósticos mais precisos, maiores chances de recuperação do paciente e melhorias consideráveis em sua qualidade de vida. Portanto, vai ser difícil ficar fora dessa.

Que tal começar agora mesmo? Entre em contato conosco e conheça nossos sistemas desenvolvidos sob medida para atender as necessidades de centros de diagnóstico por imagens, clínicas e hospitais. Estamos prontos para fornecer a solução ideal para o seu negócio!