Conheça as aplicações da Internet das Coisas (IoT) na saúde

Você já reparou como a tecnologia evolui constantemente, o que resulta em benefícios gigantescos para as mais diversas áreas? Um desses exemplos é a Internet das Coisas na saúde. Conhecida pela sigla IoT, do inglês “Internet of Things”, especialistas já afirmam que essa novidade é o futuro em cuidados médicos e gestão de clínicas e hospitais.

Ficou curioso? Continue a leitura e descubra por que essa tecnologia pode revolucionar a medicina!

O que é Internet das Coisas?

Definida como uma tendência em tecnologia da informação, a Internet das Coisas permite que qualquer dispositivo seja conectado a redes de comunicação com o objetivo de troca e coleta de dados. Exemplos disso são câmeras de vigilância que identificam animais e emitem alertas apenas se detectam a presença de humanos, e sensores inteligentes que regulam a temperatura ambiente.

Quais são os seus benefícios para a área da saúde?

A medicina é apontada como uma das áreas que mais se beneficia com a Internet das Coisas. Por meio de aplicativos móveis conectados a diversos dispositivos, consegue-se relacionar dados sobre a saúde de pacientes e gerar insights médicos significativos.

Essa conectabilidade também permite que clínicas e hospitais façam um acompanhamento em tempo real dos seus usuários. Com toda essa riqueza de informações, os diagnósticos tornam-se mais precisos, e os tratamentos, mais eficientes, o que melhora a qualidade de vida dos pacientes.

Ademais, criações inéditas também fazem parte da IoT. Entre elas estão óculos que utilizam algoritmos de identificação visual para descrever o ambiente, ler textos e responder a perguntas, o que torna a rotina de deficientes visuais muito mais fácil.

Para pacientes que sofrem com Alzheimer, sensores de localização em smartphones ou pulseiras rastreadoras são utilizados para que a pessoa seja encontrada caso se perca, o que permite que ela tenha mais segurança, independência e autonomia nos deslocamentos diários.

Como a Internet das Coisas pode fazer a diferença em gestão?

Além de possibilitar a monitoração constante dos pacientes, gerar avanços em diagnóstico e tratamento e trazer vantagens que facilitam a vida das pessoas, a Internet das Coisas na saúde também envolve a gestão de clínicas e hospitais.

Por meio de processadores que fazem a integração de dados clínicos, administrativos e financeiros, uma companhia consegue ampliar a eficiência de seus processos internos, identificar padrões e buscar melhorias. Além disso, é possível acessar as informações pelos dispositivos conectados de qualquer lugar, o que é muito apreciado e compatível com a rotina de gestores em saúde.

Por fim, não podemos deixar de citar que a transferência e armazenamento dos dados são completamente seguros nesses sistemas integrados. Com recursos de criptografia e acesso permitido somente para pessoas autorizadas, é possível proteger a sua clínica da perda e roubo de informações valiosas.

E aí, o achou da Internet das Coisas na saúde? Essa tecnologia está aí para mudar a vida de pacientes, médicos e gestores de clínicas e hospitais — e você não quer ficar por fora dessa, não é mesmo?

Entre em contato conosco e conheça nossas soluções para o seu negócio. Nossa equipe de especialistas está pronta para ajudar!