4 avanços tecnológicos que melhoram a segurança do paciente

Os avanços tecnológicos na medicina estão cada vez mais disponíveis, desde ferramentas que facilitam tarefas administrativas e de gestão até programas que melhoram o relacionamento direto com o paciente. Tudo isso aumenta a segurança dos diagnósticos e tratamentos realizados na instituição e garantem uma assistência à saúde de alta qualidade.

Oferecer um cuidado eficiente e seguro para os pacientes é sempre o principal objetivo de um estabelecimento clínico. Para que seja atingido, sem interferências no meio do caminho, contar com a tecnologia é uma boa estratégia, visto que assim, hospitais, clínicas e outras instituições médicas podem evitar problemas cotidianos que comprometem a evolução da saúde de um paciente.

Precisa se atualizar sobre o tema? Neste post, separamos as principais inovações que podem garantir a segurança do paciente e, ainda, destacam a sua instituição frente a outros estabelecimentos da área. Descubra quais são elas!

Avanço tecnológico na medicina

Conceitos atuais apontam seis principais atributos dos cuidados com a saúde:

  • segurança do paciente: com o intuito de oferecer ao paciente apenas os benefícios de um cuidado médico, sem danos a sua saúde;
  • efetividade: em que os cuidados são sempre baseados em dados provados cientificamente;
  • centralidade no paciente: com foco no indivíduo atendido, o qual é tratado com respeito e de acordo com as suas necessidades e preferências;
  • oportunidade do cuidado: que busca menos atrasos e filas de espera, o que é prejudicial tanto para o enfermo como para os profissionais da saúde;
  • eficiência: que tem o objetivo de reduzir custos para o negócio, seja com recursos materiais ou humanos;
  • equidade: para prestar a assistência sem interferência de características pessoais, etnia, gênero ou condição socioeconômica de um paciente.

As novas tecnologias colaboram — e muito — com todos os serviços prestados por uma clínica e, consequentemente, com a experiência positiva dos pacientes, garantindo os atributos citados e o sucesso do seu negócio no ramo.

Tecnologias que melhoram a segurança do paciente

Entre as diversas tecnologias que possibilitam maior controle dos processos nas clínicas médicas, as que atuam na otimização da segurança de pacientes oferecem possibilidades inovadoras (o que não quer dizer que sejam complexas) na tentativa de evitar ocorrências prejudiciais a eles.

Elas oferecem métodos que combatem, por exemplo, diagnósticos incorretos, tratamentos inadequados, infecções hospitalares, medicamentos administrados de forma errada ou em dosagens incompatíveis com o recomendado e muitas outras situações.

1. Prontuário eletrônico de paciente (PEP)

Uma das melhores maneiras de evitar procedimentos errôneos na assistência prestada aos pacientes é utilizar o prontuário eletrônico, também conhecido como PEP.

Com a utilização desse sistema, nada fica no papel. Exames e laudos, administração de medicamentos, internações e todos os outros processos que envolvem o diagnóstico e tratamento de um enfermo podem ser consultados a qualquer momento com apenas um clique pelo smartphone, tablet, notebook ou computador.

Assim, o profissional da saúde tem todas as informações de seus pacientes em mãos a qualquer momento, agiliza os diagnósticos e diminui erros. Ademais, esse sistema é muito seguro: somente pessoas autorizadas, com login e senha, podem ter acesso ao prontuário.

2. Controle da medicação

Um ponto que deve ser levado em consideração na hora de administrar qualquer medicamento a um paciente são os problemas que ele pode apresentar devido a algum componente da fórmula ao qual ele é alérgico ou interação com outros remédios que também estão sendo usados.

Intercorrências como essas podem ser facilmente solucionadas por meio da adoção de prontuários digitais e exames mais detalhados, disponibilizados por softwares modernos, os quais analisam e controlam a composição e interação de todos os medicamentos. Assim, esse risco é anulado e a segurança do paciente é garantida.

Outra possibilidade que os avanços tecnológicos na medicina proporcionaram é a checagem muito mais segura da medicação à beira do leito. Basta um aparelho móvel com Wi-Fi e a enfermeira pode checar todos os procedimentos realizados e as drogas administradas àquele paciente, de maneira que não haja confusão.

3. Pulseira de identificação com código de barra

Adotar pulseiras com código de barras é sinônimo de maior segurança no processo de identificação de uma pessoa em clínicas e hospitais. Por meio dessa nova tecnologia, todos os dados ficam gravados no braço do enfermo, o que evita problemas caso haja trocas de leito ou de plantão.

Assim, médicos, enfermeiros e os demais profissionais da saúde têm uma visão completa de todos os procedimentos que já foram e estão sendo realizados com um paciente.

4. Interoperabilidade

Outra tecnologia utilizada que traz muitos benefícios quando o assunto é segurança do paciente é o uso de Big Data. A partir dela é possível obter as informações clínicas de uma pessoa em sua totalidade, como histórico clínico, resultados de exames e tratamentos que já foram realizados, mesmo que ele nunca tenha passado por aquele ambiente.

Isso acontece porque os dados digitais coletados por todas as instituições que prestaram atendimento ao paciente são concentrados e disponibilizados em uma mesma plataforma. Ou seja, isso possibilita a análise integral de toda a história de saúde de uma pessoa.

Especialidades médicas que mais se beneficiam com a tecnologia

Embora todas as especialidades se beneficiem com os avanços tecnológicos na medicina, algumas delas estão passando por mudanças ainda mais consideráveis.

Na radiologia, a possibilidade de analisar imagens por meio de algoritmos de inteligência artificial está cada vez mais presente. Inclusive, já existem sistemas avançados que identificam e sinalizam anomalias em exames de imagem e facilitam o trabalho dos radiologistas por completo.

Com o auxílio da nanotecnologia, a gastroenterologia saiu ganhando: exames como endoscopia e colonoscopia podem ser realizados de forma muito menos invasiva, por meio de microcâmeras do tamanho de comprimidos, que permitem visualizar todo o sistema digestório e diagnosticar doenças gastrointestinais com maior facilidade.

Na oncologia, já é possível identificar diversos tipos de câncer em estágio inicial por meio de uma biópsia fluida, a qual é feita da mesma forma que um exame de sangue. Além disso, as terapias estão cada vez mais modernas e baseadas na genética do paciente e na composição molecular do tumor, o que aumenta as chances de cura.

Perspectivas para o futuro

A perspectiva é que a tecnologia continue dando passos significativos para a saúde de modo geral e nas mais diversas especialidades médicas. Assim, os diagnósticos e tratamentos serão cada vez mais eficientes e seguros, que é tudo o que um paciente precisa.

Investir nos avanços tecnológicos na medicina, como as apontadas neste post, contribui para a qualidade do tratamento e redução do tempo de internamento de um paciente, assim como na melhora da sua saúde e baixa incidência de doenças. Contando com esses recursos na sua instituição, a sociedade vai valorizar ainda mais o atendimento prestado, o que favorece o seu crescimento e destaque no mercado de saúde.

Quer começar a utilizar essas inovações hoje mesmo? Entre em contato conosco para adquirir os melhores sistemas médicos e ofereça a segurança que os seus pacientes precisam!