3 benefícios da telemedicina para a gestão clínica hospitalar

A telemedicina é uma realidade em hospitais e consultórios do mundo todo, inclusive no Brasil. É uma vertente clínica que concilia os recursos tecnológicos existentes com a possibilidade de oferecer diagnóstico e tratamento em lugares em que o acesso é limitado pela distância geográfica ou no caso de o paciente ter dificuldades de locomoção.

As práticas da telemedicina incluem a teleassistência, tele-educação, emissão de laudos a distância e tantas outras atividades que aperfeiçoam o diagnóstico, instituem estratégias terapêuticas mais assertivas e melhoram a qualidade de vida dos pacientes.

Na gestão clínica hospitalar, a telemedicina propicia benefícios clínicos e econômicos para a tríade paciente, médico e gestor hospitalar. Quer conhecer as principais tendências e vantagens da implantação dessa prática? Então leia nosso post de hoje!

Tendências da telemedicina

A união entre tecnologia e medicina tem proporcionado diversos avanços para a saúde. Confira abaixo as principais tendências da telemedicina que vão impulsionar o desenvolvimento da área.

Prontuários digitais

A cada dia, os documentos digitais vêm tomando força e não poderia ser diferente na área médica. Os prontuários digitais já são utilizados em algumas clínicas e a tendência é de se tornarem mais comuns nos próximos anos.

Além do benefício de poder ser acessado por qualquer dispositivo móvel e em qualquer lugar, essa inovação organiza e integra os dados dos pacientes, garante a segurança das informações e melhora a qualidade da assistência.

Dispositivos de monitoramento

Com ajuda de dispositivos ajustáveis ao corpo, como os wearables (tecnologia vestível), os médicos poderão acompanhar e monitorar os batimentos cardíacos ou índice glicêmico dos pacientes sem que estes estejam presentes nos hospitais ou clinicas.

A perspectiva é que no futuro essa inovação seja cada vez mais utilizada, aumentando o conforto dos pacientes, a confiabilidade das informações e colaborando para uma análise clínica de excelência.

Inteligência artificial

Outra inovação que é uma aposta para o futuro no ramo da saúde é a Inteligência Artificial (IA). Essa tecnologia é capaz de resolver cálculos complexos em frações de segundos, reconhecer padrões e até simular aspectos humanos.

Na área médica, a inteligência artificial pode ser usada para realizar cirurgias, interpretar laudos e exames e ajudar a elaborar um diagnóstico com margem de erros quase nulos.

Computação na nuvem

A computação em nuvem, ou cloud computing, vem ganhado cada vez mais espaço na saúde e a previsão é que ela continue em expansão nos próximos anos, pois facilita o acesso a documentos e resultados.

Para isso, os dados são compartilhados de forma segura na nuvem, podendo ser acessados pelos profissionais cadastrados ou pelo próprio paciente. Além disso, as informações também podem ser compartilhadas com outros especialistas para aumentar a precisão do diagnóstico clínico.

Principais vantagens da telemedicina na área da saúde

As tendências das aplicações tecnológicas na área da saúde são importantes para melhorar os processos tanto para os profissionais quanto para os pacientes. Confira as principais vantagens:

1. Diagnóstico clínico compartilhado

O diagnóstico de um paciente normalmente é realizado por meio dos conhecimentos médicos e dos recursos laboratoriais e radiológicos disponíveis no hospital. No entanto, ao utilizar as ferramentas da telemedicina é possível fazer um diagnóstico clínico com maior acurácia ao contar com especialistas.

Além disso, essa inovação permite acompanhar procedimentos e cirurgias em tempo real para conhecer as técnicas mais inovadoras, as mudanças de condutas e as avaliações dos casos clínicos de forma imediata, tudo isso graças à tele-educação.

2. Especialistas disponíveis

A videoconferência com especialistas renomados (teleassistência) para discussão das condições clínicas dos pacientes permite obter um melhor resultado no diagnóstico e um parecer para uma boa tomada de decisões médicas.

telerradiologia, que se configura como o envio de imagens radiológicas por meio da tecnologia da informação em que o fator impeditivo é a distância geográfica, tem realizado um dos serviços de maior crescimento nesses últimos anos: a emissão de laudos radiológicos a distância.

Esse processo funciona da seguinte maneira: os médicos realizam os procedimentos radiológicos nos pacientes e enviam toda a informação clínica referente o caso por e-mail ou outro dispositivo eletrônico aos serviços de laudo.

As clínicas terceirizadas para esse serviço contam com radiologistas experientes que analisam os dados clínicos dos pacientes, com as imagens recebidas e enviam o laudo final do caso. Esses podem ser acessados por e-mail ou aplicativos em tablets ou smartphones. Além de garantir um resultado em tempo menor que o tradicional, trazem comodidade e praticidade para paciente e médico.

3. Redução de custos hospitalares

A vantagem econômica para os consultórios é que, ao contratar os serviços de radiologia terceirizados, os gestores não precisarão manter uma área física e grande número de funcionários para recepção e emissão de laudos médicos, além da redução drástica na impressão de documentos clínicos.

4. Aumento da demanda clínica

Uma vez que a instituição de saúde invista na telemedicina, é previsto um aumento da demanda da clínica, otimização do tempo de serviço e melhorias na qualidade do atendimento.

Isso porque a automatização dos procedimentos, aliada aos conhecimentos dos profissionais médicos, otimiza as atividades de diagnóstico e intervenção terapêutica e garante exames mais precisos, específicos e com qualidade visual excelente. Todos esses processos são pontos favoráveis para satisfazer aos pacientes e possibilitar melhorias contínuas nos atendimentos hospitalares.

5. Otimização do tempo

Com os dados disponíveis na nuvem para serem acessados pelos profissionais, o tempo necessário para enviá-los a especialistas ou entregar aos pacientes é otimizado. Dessa forma, é possível disponibilizá-los e acessá-los em qualquer lugar a partir de qualquer dispositivo conectado à internet.

Além disso, há também uma diminuição do tempo de retorno de um especialista, já que este pode enviar suas respostas para a própria nuvem ou até por videoconferência.

6. Segurança no armazenamento de dados

Essa é uma das maiores vantagens da telemedicina, pois os dados produzidos ficam restritos ao acesso dos profissionais cadastrados, aumentando a confiabilidade e integridade das informações. Além disso, os arquivos ficam armazenados em ambiente seguro na nuvem, evitando perdas ou outros acedentes.

Como você observou ao longo do texto, a telemedicina proporciona diversos benefícios dentro da gestão clínica hospitalar. Primeiramente, fornece estratégias diagnósticas e terapêuticas diferenciadas por meio de resultados precisos e com qualidade visual garantida.

Em segundo lugar, reduzem custos operacionais devido à terceirização de serviços clínicos. Ademais, esses aspectos aumentam a demanda por serviços e melhoram a qualidade no atendimento ao paciente, deixando-os mais encorajados a retornarem para uma nova avaliação ou consulta.

Agora que você já conhece as vantagens da telemedicina, aproveite para assinar a nossa newsletter e obtenha informações exclusivas e atualizações sobre como implementar e administrar esse recurso.