Você já ouviu falar sobre Lei de Proteção de Dados? Essa nova legislação, que estabelece regras sobre a coleta, controle e tratamento de informações obtidas dos cidadãos, é válida para empresas públicas e privadas que atuam no Brasil, incluindo as da área da saúde.

Esse projeto é um marco relevante para o país, visto que garante o direito ao sigilo, privacidade e intimidade quanto aos dados pessoais coletados pelas organizações. No passado, esse assunto era tratado muito vagamente pela legislação brasileira e ainda não abrangia o cenário tecnológico atual. Continue lendo “Entenda o que é a Lei de Proteção de Dados e quais os seus principais impactos na área da saúde”

Quando pensamos em uma instituição de saúde, logo lembramos da importância de médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem. No entanto, um profissional que merece grande destaque no ramo é o gestor de TI em saúde.

Apesar de não estar diretamente relacionado com os processos de atendimento clínico, é o gestor que garante que essas tarefas ocorram de forma organizada e otimizada. Neste artigo, separamos qual é o perfil exigido para esses profissionais para que o trabalho seja realizado da melhor forma possível. Confira. Continue lendo “Gestor de TI em saúde: saiba qual é o perfil exigido”

Um dos maiores desafios de toda instituição de saúde brasileira é o armazenamento do histórico do paciente. Segundo o Conselho Federal de Medicina (CFM), prontuários, laudos e exames devem ser guardados por, no mínimo, 20 anos.

Esses documentos, fundamentais para as consultas médicas e que facilitam todo o processo de diagnóstico, possibilitam que os médicos tenham uma visão geral da saúde de cada paciente, como doenças prévias e tratamentos que já foram realizados. Continue lendo “A tecnologia como aliada no armazenamento do histórico do paciente”

Rolar para o topo