4 dicas para evitar o absenteísmo em clínicas

O absenteísmo em clínicas é um dos grandes problemas enfrentados pelos médicos e pode causar muitos prejuízos. Quando o paciente não aparece no horário e dia marcado, ocorre uma verdadeira desorganização na agenda médica e afeta também o setor financeiro da clínica.

A falta do paciente acarreta diversos malefícios como mudanças no tempo das consultas de outros pacientes, problemas na solicitação de exames, perda de tempo da equipe e, ainda, um tempo maior para concluir o tratamento.

Além disso, o absenteísmo prejudica consideravelmente o planejamento e o cumprimento de metas. Muitas vezes são estabelecidas quantidades de exames e consultas que devem ser realizados para manter o equilíbrio financeiro. Se esses exames não acontecem, obviamente gerará impactos na hora de fechar as contas.

Mas há diversas formas de amenizar esse problema e vamos te passar agora algumas das mais eficientes para você aplicar no seu dia a dia. Acompanhe!

Como reduzir o absenteísmo em clínicas

1. Ofereça o agendamento online

O problema do absenteísmo já pode ser evitado desde o momento em que você cria o setor de agendamentos e não estamos falando apenas do call center, mas também de ferramentas tecnológicas que ajudam em todo o processo.

Leia também: Entenda a importância do bom relacionamento entre clínica e paciente 

Ter um software que permite tanto o agendamento como o cancelamento online das consultas 24 horas por dia, 7 dias por semana, ajuda bastante nesse aspecto.

Imagine que o paciente tem um horário marcado para o dia seguinte e percebe que não poderá comparecer. Com a correria do dia a dia ele esquece de telefonar ou ir até a clínica para desmarcar e só lembra quando está no conforto de casa, já tarde da noite. Tendo a possibilidade de cancelamento online, ele pode fazer isso a qualquer momento.

2. Tenha diversos meios de contato

Quanto mais opções de contato você puder oferecer ao paciente, maiores serão as chances dele informar quando não poderá comparecer à consulta.

Nesse caso, a clínica precisa se adequar aos novos meios de comunicação e ter canais, por exemplo, nas redes sociais (pelo menos nas mais utilizadas pelas pessoas como o Facebook e o Instagram) e oferecer também contato via WhatsApp. Outros métodos já utilizados como mensagem de celular, e-mail e telefone também devem ser oferecidos.

Esses canais podem ser utilizados tanto pelo paciente, para o caso de cancelamentos, quanto pelas clínicas para lembrá-lo com 24 horas de antecedência sobre a consulta marcada. Lembre-se de, no primeiro contato, perguntar qual é o melhor canal para falar com esse paciente.

3. Use um software de gestão da agenda

Quanto melhor for a gestão da agenda médica, menor a taxa de absenteísmo e maiores as chances de conseguir resolver rapidamente o problema para quando o paciente não comparece.

Um software como esse ajuda a medir a taxa de absenteísmo, analisar em quais horários isso mais acontece e também quais os principais motivos que levaram o paciente a fazer isso.

4. Ofereça mais horários

Quanto mais horários o profissional puder disponibilizar na sua agenda, melhor. Assim, o paciente terá a opção de escolher um no qual a probabilidade dele faltar é mínima.

Caso não possa oferecer mais horários, faça uma análise e encontre o período do dia em que o absenteísmo costuma ser mais frequente. Você pode ter esse momento como a sua folga do dia e passar esses horários para outro em que os pacientes não faltem.

A importância do bom relacionamento

Quando o profissional tem um bom relacionamento com o paciente, dificilmente ele esquecerá de avisar quando não puder ir a alguma consulta. Portanto, construir esse relacionamento de forma sólida é essencial para reduzir e até mesmo evitar o absenteísmo nas clínicas.

Gostou das nossas dicas para diminuir o absenteísmo em clínicas? Então assine a nossa newsletter e receba outras que podem ajudar no seu dia a dia como profissional!