Saiba o que deve ter um sistema de RIS ideal

Você sabe o que é o sistema RIS? A sigla está em inglês, mas, em bom português, ela significa Sistema de Informação de Radiologia.

Esse sistema tem se tornado famoso por ser um software completo de gestão para as clínicas médicas que oferecem serviços de exames de imagem. Continue a leitura e entenda mais sobre ele!

Quais os benefícios que esse sistema oferece?

Esse sistema oferece ferramentas que melhoram o fluxo e automatizam todo o processo de trabalho. Você perceberá vantagens, como:

Tudo isso gera diversos benefícios para a sua clínica, como o fato de conseguir melhores resultados, e também mais pacientes satisfeitos, que indicarão os seus serviços para outras pessoas.

Leia também: Agendamento online: conheça 5 benefícios para a clínica

Quais as principais funcionalidades que o sistema precisa ter?

Geração de dados

Essa é uma das funcionalidades mais importantes que o RIS pode oferecer para a área de gestão. Depois de a equipe montar toda a estratégia e o planejamento, é preciso acompanhar o resultado disso de perto para saber o que está dando certo e o que precisa ser melhorado.

Com os dados do sistema, fica mais fácil montar relatórios e fazer uma melhor gestão do local. Por exemplo, é possível saber qual setor tem mais demanda e qual costuma gerar ociosidade.

Gestão financeira

E, falando em finanças, o equilíbrio financeiro da clínica é essencial para que ela possa se manter e também expandir. Esse setor costuma ser um dos mais complexos da área de saúde, pois mexe com diversas variáveis. É necessário saber os custos, os lucros, quanto será reservado para fazer treinamentos, cuidar do marketing da clínica, entre outros.

Ter esses dados em mãos é essencial, especialmente porque você passa a perceber qual é o maior gargalo dos lucros da clínica e como é possível economizar em alguns setores.

Organização do fluxo de pacientes

Com esse sistema, podemos identificar todo o caminho percorrido pelo paciente desde o momento da marcação de consultas até o último contato. Na data marcada para a consulta, quando o paciente entra na sala, o médico já sabe muito sobre ele — até mesmo o tempo que ele passou na sala de espera para estar ali.

A equipe toda saberá quais procedimentos já foram realizados por esse paciente e por quais ainda ele precisará passar. Isso permite que os funcionários tomem a dianteira e preparem-se com antecedência para um melhor atendimento.

Integração com outro sistema

O sistema RIS pode funcionar de uma maneira muito melhor quando integrado a outros sistemas, como o PACS. Também chamado de Sistema de Comunicação e Arquivamento de Imagens, o PACS consegue oferecer inúmeras vantagens quando aliado ao RIS.

Há uma maior integração entre os setores da clínica, facilitando a comunicação entre a equipe e também com outras instituições de saúde. Além disso, ele oferece o serviço de laudo a distância e, assim, a sua clínica poderá entrar em contato com os melhores profissionais para receber ajuda no diagnóstico, ainda que estejam a quilômetros de distância.

O PACS também permite que todos os exames dos pacientes sejam armazenados na nuvem em um diretório externo. Isso não só libera espaço físico na sua clínica, como também aumenta a segurança dos dados, permitindo que apenas pessoas autorizadas tenham acesso às informações dos pacientes.

Que tal implantar o sistema RIS na sua clínica? Entre em contato conosco e tire todas as suas dúvidas sobre assunto!

Gostou do blog? Compartilhe 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *