Como a tecnologia na saúde pode aprimorar o levantamento de dados?

A tecnologia na saúde vem sendo aplicada com êxito nas pequenas, médias e grandes corporações. Ela permite controle dos processos, desburocratização dos procedimentos, organização do fluxo financeiro, maior humanização ao paciente e aumento da eficiência da clínica.

Todavia, as longas etapas e os recursos financeiros limitados são fatores que deixam os gestores receosos para implantar a informatização das empresas de saúde. Mas as vantagens são visíveis do ponto de vista clínico, econômico e humanista.

Por isso, se você já se convenceu que a tecnologia na saúde é uma tendência essencial nos dias de hoje, acompanhe nosso post e veja como podemos aprimorar essa relação. Continue a leitura!

Conhecimento sobre o cliente

Com os recursos tecnológicos disponíveis atualmente, é possível mapear todos os dados referentes aos pacientes e traçar um perfil de serviços mais adequados às demandas clínicas e administrativas.

Além disso, mediante a avaliação das características socioeconômicas dos pacientes e da história clínica e medicamentosa, os gestores poderão elaborar metas a fim de alcançar resultados eficientes e que atendam à expectativa dos indivíduos, otimizando o atendimento primário das clínicas.

Também será possível enviar lembretes de consultas e mensagens sobre cuidados em saúde, e utilizar os aplicativos disponíveis a fim de integrar os serviços clínicos aos recursos tecnológicos já incorporados no cotidiano das pessoas.

Leia também: Aprenda a fazer uma gestão de pacientes eficiente no consultório

Alto desempenho da equipe

A tecnologia na saúde proporciona o controle dos procedimentos e a padronização das rotinas para assegurar a transição dos dados. A alimentação do sistema possibilita o levantamento dos serviços e das atividades clínicas existentes em uma instituição

Dessa forma, a equipe responsável por esse processo terá um panorama dos serviços ofertados pela clínica, de forma a comparar com as empresas concorrentes e planejar ações estratégicas a fim de manter-se em foco.

Tudo isso será pensado conforme as informações registradas, a análise do cenário externo e dos recursos financeiros disponíveis. Além disso, os desfechos positivos poderão ser divulgados para demonstrar a eficácia das ações tomadas.

Prevenção de erros clínicos

Um sistema informatizado será executado para atender às necessidades recorrentes dos gestores clínicos. Dessa forma, as prescrições ilegíveis e as ordens médicas verbais serão eliminadas.

Além disso, os softwares farão alertas sobre as interações medicamentosas, orientações para coleta de amostras biológicas e recomendações sobre uso de contrastes radiológicos, entre outros serviços específicos.

A implantação da informatização evita erros clínicos e diminui o índice de morbimortalidade evidenciado nas instituições de saúde. Assim como reduzem as reações adversas e a inefetividade terapêutica de pacientes que foram orientados inadequadamente.

A tecnologia na saúde é uma ferramenta indispensável nos dias de hoje. Ela funciona como organizadora das rotinas, controla os fluxos de atividades, mantém dados atualizados e obtém levantamentos financeiros precisos. Porém, sua eficácia é determinada pela disciplina dos funcionários e cobrança constante dos gestores pelo trabalho correto.

E você, já informatizou a sua instituição de saúde? Quais estratégias utiliza para aperfeiçoar os processos da sua clínica? Para ter acesso a mais assuntos dessa natureza, assine a nossa newsletter e fique por dentro das novidades!