Abrir um consultório: o que a faculdade não te ensinou

Muitas vezes, os médicos se arriscam a abrir um consultório sem nenhuma noção de planejamento estratégico, gestão e marketing. Por mais que esteja na área da medicina, trata-se de um negócio que requer conhecimentos específicos de administração como qualquer outro.

A verdade é que boa parte dos cursos de medicina (assim como diversos outros) não preparam os profissionais para serem empresários. Veja a seguir algumas dicas e detalhes importantes a serem considerados antes de montar o seu consultório.

Faça um planejamento antes de começar

Antes de começar, é necessário desenvolver todas as ideias e colocá-las no papel. Para isso, deve-se estudar bastante sobre todas as possibilidades, pensar em locais, público, finanças, investimento a ser feito, a legislação, decoração, entre outras particularidades.

Essa etapa é essencial para o sucesso do consultório, uma vez que determina metas e traça todo o caminho para atingi-las. Coloque prazos e detalhe ao máximo todas as fases de implantação e confira se você pode pagar o valor necessário.

Defina e conheça seu público-alvo

A primeira coisa a se definir é o seu público. É preciso entender a faixa etária, o poder executivo, e a localização das pessoas que procurarão o seu consultório. Para isso, contará a sua especialidade, se atenderá convênios ou apenas consultas particulares e o preço a ser cobrado por consulta.

Escolha um local para abrir um consultório

Depois do público-alvo, você deve escolher o local. O seu consultório precisa estar próximo dos seus pacientes. Ou seja, se eles tiverem uma renda mais alta, escolha um bairro que seja compatível. Considere a facilidade de estacionamento, vias de acesso e transporte público.

Além disso, veja a possibilidade de dividir o espaço com um colega, o que permite conseguir um lugar melhor, por um preço mais em conta. Os espaços de coworking também são boas opções, pois facilitam para os médicos e para as pessoas que necessitam de diversas especialidades.

Monte uma estrutura adequada

O seu consultório não precisa ser o mais bonito, mas deve ser o mais funcional possível. Os equipamentos e os móveis certos são detalhes que fazem a diferença. Isso não quer dizer que ele não possa ser bem decorado e moderno. Tudo depende do seu potencial de pagamento. Não faça uma dívida desnecessária se não puder pagar pela decoração do seu espaço.

Aprenda a fazer a gestão do negócio

Por mais que o seu foco seja as consultas, abrir um consultório envolve orçamentos, cadastro de pacientes, prontuários, agenda e outros documentos e controles. Existem diversos softwares simples e baratos que podem ajudar.

Se você não tem noção nenhuma de gestão e finanças, procure um curso de rápida duração ou até uma consultoria especializada. O investimento valerá muito a pena, principalmente se os números não forem muito a sua área.

Por fim, para abrir um consultório, conte com pessoas capacitadas e bem dispostas. Lembre-se que, por melhor que seja a estrutura e a localização, um bom atendimento fé o fator mais importante para que os pacientes retornem em consultas futuras. O boca a boca ainda é a melhor divulgação que existe para o seu novo negócio.

Quer saber mais detalhes de como gerir o seu consultório? Então veja também por quanto tempo é preciso guardar os exames dos pacientes!