Será que o software na nuvem é seguro para sua clínica? Confira!

Os softwares estão revolucionando o funcionamento das instituições de saúde, independentemente do tamanho e da capacidade de atendimento. Isso porque agilizam e melhoram processos, aumentando a eficiência e a qualidade na prestação dos serviços. Mas uma dúvida de muitos gestores é quando optar pelo software na nuvem.

Neste post, apresentaremos todas as vantagens e os cuidados a serem tomados ao se adotar um software de gestão em nuvem. Aproveite para tirar suas dúvidas!

As funções de um software para a clínica

Se a sua clínica ainda não conta com nenhuma ferramenta online, antes, precisamos explicar o que ele pode fazer pela sua gestão. Você vai entender por que cada vez mais clínicas estão escolhendo esse tipo de serviço.

Cada tipo de software pode realizar tarefas diferentes ou de maneira centralizada. Mas, no geral, eles cuidam de toda a parte administrativa e financeira, com o controle de materiais e equipamentos, a emissão de notas fiscais e faturas, entre outros.

Eles também fazem o agendamento, cancelamento e a notificação de consultas, a entrega de resultados de exames e geram prontuários eletrônicos. Todas as informações dos pacientes ficam armazenadas em um só lugar, podendo ser acessadas sempre que necessário.

Leia também: Armazenamento em nuvem: posso confiar e investir?

As vantagens de se adotar um software na nuvem

Além de todas as vantagens de um software de gestão, o funcionamento na nuvem ainda é mais seguro, barato e prático. Apesar da versão offline ser mais utilizada, elas demandam um espaço muito grande com armazenamento em servidores. Fica fácil entender que o custo disso — junto com a manutenção — acaba sendo bem mais alto.

Na nuvem, por outro lado, só se paga pelo espaço utilizado, de acordo com o aumento da demanda. Ao contrário da limitação física dos softwares comuns, instalados em um único terminal, os online podem ser acessados de qualquer lugar e dispositivo, como laptops, tablets e smartphones. Isso facilita bastante a rotina dos médicos que precisam dar um diagnóstico a distância ou compartilhar informações com outros colegas.

No entanto, a maior dúvida em relação ao software na nuvem ainda está relacionada à segurança. A verdade é que as versões online contam com dispositivos muito mais modernos e seguros, como criptografia e chave de segurança. As informações também ficam menos suscetíveis a problemas físicos, como incêndios e alagamentos.

O que deve ser considerado na escolha

Agora que você já sabe por que adotar um software online, veja alguns cuidados a serem tomados antes de contratar:

  • confira a credibilidade da empresa prestadora do serviço.
  • veja se a ferramenta possui todas as funções necessárias para a sua clínica;
  • certifique-se de que a empresa oferece os serviços de manutenção e assistência técnica;
  • verifique a compatibilidade entre os sistemas e aparelhos já utilizados;
  • cheque todas as cláusulas do contrato e obrigações legais.

Lembre-se que um software na nuvem deve representar uma economia de custos, mais facilidade na gestão e qualidade no atendimento. Esse tipo de ferramenta nunca deve ser algo que traga mais problemas ou dificulte processos.

A tecnologia pode fazer muito mais pela sua clínica ou consultório! Baixe o e-book Como automatizar processos em clínicas médicas e saiba mais sobre o assunto.