Armazenamento em nuvem: posso confiar e investir?

armazenamento em nuvem é uma das tecnologias que mais sabe utilizar a popularização da internet de alta velocidade, tanto em dispositivos móveis como em computadores pessoais.

A partir de servidores remotos, diversos serviços foram criados, dando mais versatilidade e produtividade ao dia a dia de várias pessoas. Entre eles, as soluções de armazenamento em nuvem podem ser apontadas como uma das mais utilizadas.

As ferramentas de cloud storage são utilizadas por quem precisa ter acesso constante a arquivos e documentos pessoais. Com aplicativos mobile e desktop, é possível sincronizar dados entre vários equipamentos. Além disso, interfaces web facilitam a modificação de informações em qualquer lugar do mundo.

Esses serviços são mesmo seguros? Empresas e pessoas que lidam com dados de alto valor podem confiar em um serviço de armazenamento na nuvem? Leia nosso post e descubra!

O que é armazenamento em nuvem?

O armazenamento em nuvem é um sistema que utiliza servidores remotos para organização e depósito de arquivos. Com uma grande capacidade de armazenagem, eles possibilitam o salvamento de dados sem a preocupação com o espaço interno do dispositivo utilizado pelo usuário.

Esses servidores estão a quilômetros de distância do seu utilizador e são acessados por meio da internet. A grande vantagem é a facilidade de recuperação dos arquivos, a possibilidade de acesso à mesma informação por diversos dispositivos, desde que sejam autorizados, e os protocolos de segurança que envolvem cópias e criptografia dos dados.

Quais são os perigos relacionados ao uso de plataformas de armazenamento em nuvem?

As plataformas de cloud computing utilizam servidores de alta performance para armazenar e processar dados de várias pessoas simultaneamente. Eles dividem os recursos dinamicamente, de tal forma que seja possível manter conexões com bom desempenho para todos os usuários que utilizam o armazenamento em nuvem.

No entanto, a forma como a infraestrutura é compartilhada acaba levantando muitas questões relacionadas à capacidade das empresas em proteger as informações de seus usuários.

Graças às tecnologias desenvolvidas ao longo dos últimos anos, os serviços de armazenamento em nuvem possuem um nível de segurança alto. Eles são capazes de guardar diversos tipos de informações sem que uma conta comprometida afete a segurança de todos os outros usuários.

Assim, a maioria dos problemas que podem ocorrer (como o acesso não autorizado a dados pessoais) são causados por práticas de segurança não eficientes.

Já problemas como invasão de servidores e a exposição de dados de contas passaram a ser evitados com políticas de segurança sólidas, que incluem o backup dinâmico de arquivos e a criptografia de sistemas de armazenamento. Assim, empresas do ramo conseguem isolar os documentos de seus usuários em segurança.

Como proteger os seus dados na nuvem?

Para manter informações pessoais protegidas na nuvem, medidas simples podem ser adotadas. Elas tornam o acesso à conta mais confiável e evitam que terceiros consigam visualizar arquivos sem autorização.

Veja algumas políticas que podem ser adotadas:

  • Utilize senhas complexas, com letras, números, símbolos, variação de maiúsculas e minúsculas e pelo menos oito caracteres;
  • Adote autenticação de dois passos sempre que possível;
  • Configure o serviço para enviar alertas de acesso por dispositivos desconhecidos;
  • Não utilize a mesma senha do serviço de armazenamento na nuvem em outras ferramentas;
  • Evite utilizar o serviço em computadores e redes públicas.

Quais são os melhores serviços de armazenamento na nuvem?

As quatro principais opções do mercado (iCloud Drive, Google Drive, OneDrive e Dropbox) se diferenciam pelos modelos de negócio, integração com sistemas móveis, espaço de armazenamento gratuito e opções de compartilhamento com outros usuários.

O iCloud Drive, por exemplo, é uma evolução do iCloud totalmente integrada aos serviços da Apple. É possível criar documentos com a versão web da suíte de aplicativos iWork colaborativamente e armazenar até 5GB de dados gratuitamente. Entretanto, não é possível obter um link público para compartilhar dados.

Já o Google Drive, que possui até 15GB gratuitos, contém forte integração com o Android. Por meio do Google Docs, pessoas podem editar arquivos online e compartilhar dados com links públicos. Mas, vale destacar, o espaço gratuito é compartilhado com outros serviços da empresa, como o Gmail.

O Dropbox e o OneDrive, da Microsoft, se beneficiam da integração nativa com o Microsoft Office. No entanto, enquanto o primeiro (mais popular) disponibiliza apenas 2GB gratuitos para os seus usuários, o serviço da Microsoft fornece 5GB e planos gratuitos mais baratos.

Vale destacar, também, que todas as músicas armazenadas no OneDrive podem ser executadas gratuitamente no Groove Music, plataforma de streaming da empresa.

Como funciona o armazenamento para hospitais, clínicas e centros de diagnóstico?

Quando o assunto é saúde, todos os cuidados devem ser tomados. O mesmo acontece na organização e armazenamento de arquivos importantes para o funcionamento de hospitais, clínicas e centros de diagnóstico de uma maneira geral.

De dados cadastrais de pacientes até laudos médicos, é importante que essas informações sejam armazenadas com segurança e facilidade de recuperação para agilizar o dia a dia de funcionamento desses estabelecimentos.

Para além dos serviços de armazenamento de nuvens já citados, hoje já existem empresas voltadas exclusivamente para administrar o gerenciamento dessa base de informações e facilitar a vida dos profissionais de saúde e pacientes.

Alguns exemplos mais comuns desse tipo de serviço prestado incluem sistemas de PACS, armazenamento e comunicação voltado para o diagnóstico por imagem, sistemas de Telerradiologia, PACS a distância e sistemas RIS, gestão clínica.

Quais as vantagens do armazenamento em nuvem no setor da saúde?

Com dezenas de pacientes por dia, é preciso lidar com uma quantidade enorme de dados, desde a recuperação de dados históricos do paciente naquela clínica, passando pelo agendamento de sua consulta e exame e até as cópias de seus laudos médicos.

Processar essa infinidade de informações demanda computadores rápidos e com grande capacidade de armazenamento interno. Muitas vezes, é preciso levar essas máquinas para manutenção quando elas apresentam problemas ou até substituí-las. Tudo isso gera um custo considerável de maquinário e TI.

Com o advento de sistemas de armazenamento de nuvem, esse cenário mudou significativamente. Ao depositar essas informações em servidores remotos, libera-se uma grande quantidade de espaço nos computadores de trabalho. Com isso, elimina-se a necessidade da troca constante e manutenção de equipamento.

Na nuvem, todos esses dados ficam armazenados de maneira segura e de fácil recuperação. Escolhendo-se uma boa empresa para esse serviço, garante que esses arquivos sejam organizados em servidores distintos, com cópias de segurança e criptografia para impedir o uso indevido de dados. Tudo isso com acesso restrito por usuário e senha.

Se você se interessou pelo assunto e pretende aumentar a produtividade e eficiência do seu local de trabalho, faça o download gratuito do e-Book exclusivo que contém um manual prático que revela os segredos para otimizar a gestão de sua clínica!