O que credencia um bom profissional na área da saúde?

Todo profissional almeja ser reconhecido no seu mercado de atuação. Em busca disso, os profissionais empenham-se muito para conseguir certificações e melhorar habilidades comportamentais. Mas, se tratando da área da saúde, o que credencia um bom profissional? Será que tudo está baseado no conhecimento da área e habilidades clínicas ou existe algo ainda mais importante?

O profissional da saúde deve ser diferenciado. A vida, o bem-estar e as emoções das pessoas estão em jogo e tudo isso exige atenção do médico ao lidar com cada paciente e familiares.

Pensando nisso, elaboramos este artigo para destacar alguns itens que credenciam um bom profissional da saúde. Confira!

Atualização constante

Os pacientes estão cada vez mais atualizados. Embora respeitem muito a opinião médica, costumam fazer pesquisas e, com base nessas informações, sugerir tratamentos e até mesmo questionar a opinião médica.

Para garantir o melhor tratamento e a total confiança e respeito dos pacientes, é preciso que o médico seja reconhecidamente uma autoridade na sua especialidade.

Para se tornar referência, o profissional precisa participar de grupos de discussão, workshops, congressos, feiras, fazer especializações, além de ler muito assunto especializado, especialmente estudos científicos nacionais e internacionais.

Essa bagagem de conhecimento será facilmente percebida e reconhecida pelo paciente, que confiará mais nas orientações fornecidas.

Respeito e preocupação pelos pacientes

Esta é uma das características mais importantes que um profissional na área da saúde precisa possuir.

A maioria dos profissionais trabalhará com pessoas que estão em uma situação de dor, fragilidade e angústia. Por isso, é preciso, além de conhecimento, muitas habilidades e atributos para ganhar o respeito, a confiança e a admiração dos pacientes.

Quanto mais você se importar com as pessoas, mais trabalhará em prol de entregar seu melhor a elas. Isso o ajudará a tomar as melhores decisões possíveis a fim de ajudá-las, mesmo estando exausto.

Todo paciente tem prazer quando o médico demonstra atenção, que faz perguntas e analisa com calma. Os médicos que agem assim são mais admirados pelos pacientes.

Comunicação eficaz

Uma boa comunicação é o que diferencia um profissional comum de um excelente. Quantos profissionais você conhece que tem um alto grau de formação, mas que não sabe transmitir esse conhecimento de forma eficaz?

Além do conhecimento técnico, o médico precisa desenvolver a habilidade de se comunicar eficazmente com os pacientes e também familiares. Afinal, os médicos geralmente são os responsáveis por dar as notícias, sejam elas boas ou ruins. Por isso, precisam ser claros e concisos, mas, ao mesmo tempo, usar de tato para não “ferir” os pacientes.

A comunicação eficaz exige que o médico seja empático e adapte a sua orientação a cada paciente, levando em conta fatores como grau de formação, situação econômica, estado físico e psicológico do paciente, além dos sentimentos.

Ser um profissional credenciado e reconhecido na área da saúde, apesar de desafiador, só depende de você. Mantenha-se atualizado, demonstre respeito e preocupação com os pacientes e desenvolva continuamente a sua habilidade de comunicação. Fazendo isso, além de se credenciar como um bom profissional, contribuirá de forma mais efetiva para a saúde e bem-estar dos seus pacientes.

Gostou do artigo? Tem alguma dúvida ou sugestão? Deixe o seu comentário abaixo!