Evite imprevistos! Conheça 5 desafios da gestão de clínicas

Administrar uma clínica não é uma tarefa das mais fáceis. Gerenciar um local que tem por finalidade cuidar da saúde das pessoas pode ser desafiador, mas não impossível. É preciso entender que a gestão de uma clínica deve ser perfeita, a fim de que quadros clínicos, funcionários e equipamentos possam colaborar harmonicamente entre si para garantir diagnósticos sem erros.

Há grandes desafios para os gestores neste sentido, pois administrar uma clínica requer muita habilidade e dedicação, além de compromisso e a exigência de que os responsáveis pela gestão estarão empenhados para enfrentar essas dificuldades.

Veja agora quais são os 5 maiores desafios e soluções para gestão de clínicas!

1) Administrar o indivíduo e o coletivo

Em primeiro lugar, um bom gestor precisa saber lidar com uma variedade de personalidades e com pessoas de diferentes áreas. Para ser bem-sucedido nisso, é preciso realizar reuniões com as equipes sempre que necessário e oferecer treinamentos de funcionários.

Mas esta gestão não deve ser tirana. O administrador precisa trabalhar de uma forma que deixe as pessoas à vontade e que o atendimento de sua clínica reflita este tratamento, tornando a forma de atender ao paciente, também, algo agradável.

5 dicas para aperfeiçoar a gestão de pessoas da sua clínica

2) Lidar com planos de saúde

Para lidar com planos de saúde, é preciso muita organização. Afinal, as clínicas, médicos e pacientes dependem muitas vezes deles, que costumam fazer auditorias nos lugares que prestam serviços.

Para não se perder em meio a tantas demandas, é preciso ter um registro preciso de procedimentos médicos e autorizações de consultas e exames. É preciso que cada paciente tenha sua própria ficha, que deve ser guardada, e todas as informações relacionadas, devem estar catalogadas. A finalidade desta rigorosa organização é garantir uma maior segurança em caso de fiscalização.

3) Oferecer qualidade crescente no atendimento

Para uma correta e eficaz gestão de clínicas, é preciso que haja um sistema de gerenciamento que ajude a controlar melhor os dados e que contribua para aumentar a produtividade, ao mesmo tempo em que reduza drasticamente a possibilidade de erros.

Neste quesito, a telemedicina está ganhando cada vez mais espaço e se tornando importante. Por meio dela, é possível melhorar o atendimento aos pacientes, facilitando a entrega de laudos no mesmo dia e permitindo que o paciente não se desloque de sua residência para buscar resultados de exames, entre muitos outros benefícios.

4) Gerenciar as crises

Mesmo com toda boa vontade, modernidade e organização, ainda haverá possibilidade de erros. Não importa o que você faça, algo sempre poderá sair do rumo esperado. Podem ser imprevistos, como um funcionário doente em um momento onde mais se precisa dele, entre outras razões.

É importante ter um bom planejamento nestas horas. É preciso que o gestor tenha flexibilidade e capacidade de mudar os planos de acordo com a necessidade. Desta forma, quando bater uma crise, ele será capaz de lidar com ela calmamente e apontar soluções, sem ter ou causar nenhum tipo de estresse.

5) Oferecer atendimento humanizado

Por mais que seja investido em modernidade e tecnologias em uma clínica, nada supera o aspecto de um bom atendimento inicial e uma boa relação direta entre médico e seu paciente. Desta forma, os pacientes serão os maiores defensores e divulgadores da clínica, afinal, o marketing boca a boca ainda é o mais barato e eficaz para qualquer negócio.

Como podemos observar, o gerenciamento de clínicas envolve muitos aspectos diferentes entre si, mas que são essenciais para a gestão como um todo, não apenas no que se refere ao atendimento, recepções e as consultas. Buscar sempre melhorias é importante para continuar garantindo um excelente atendimento aos pacientes.

Achou este artigo útil? Que outros aspectos podem ajudar na gestão de clínicas? Não deixe de compartilhar suas sugestões no final deste post!