Medilab Sistemas leva inovação e Radiologia à IX Semana de Biomedicina da Unirio

“Radiologia e Neuromarketing: relato de uma vivência profissional” foi o tema da palestra ministrada pela Biomédica e especialista em PACS (Picture Archiving and Communication System) da Medilab Sistemas, Talita Pinheiro, na IX Semana de Biomedicina da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio). A nona edição do evento, que em 2016 celebrou os 50 anos da Biomedicina no Brasil, expôs aos estudantes – por meio de palestras e minicursos – as diferentes possibilidades de atuação dentro da profissão, que é considerada a terceira mais nova na área da saúde no país.

Talita Pinheiro, formada em Biomedicina pela Unirio em 2010, apresentou um histórico de carreira que perpassa distintas áreas de atuação. Pesquisa em diversos campos, know-how em Neuromarketing, até a atual experiência como “Application” da Medilab Sistemas. A Biomédica é Coordenadora da área de Aplicação da empresa e responsável pelo desenvolvimento de treinamentos voltados a diferentes perfis de clientes, além de trabalhar em conjunto com a fábrica de Desenvolvimento de Softwares no aprimoramento da pesquisa e entrega de serviços cada vez mais adequados às demandas da área de Radiologia no Brasil.

Segundo a especialista, o trabalho do “Application” é oferecer ao médico Radiologista a maneira mais eficaz de utilizar as ferramentas que o sistema ou o equipamento oferecem, com o objetivo de otimizar o tempo e possibilitar mais recursos ao elaborar o laudo do paciente. “Para isso, é necessário analisar a rotina dos médicos, assim como o ambiente de trabalho desde uma clínica de radiologia até um grande complexo hospitalar, direcionando sempre o treinamento às necessidades do cliente”, explicou a Biomédica.

mosaico_palestra-01Durante o encontro, também mostrou como a Biomedicina se adequa à área de aplicação de softwares e de que forma o estudante pode direcionar a carreira para ter acesso a este mercado no Brasil. “O Biomédico é o ponto de encontro entre as informações técnicas de uma empresa de tecnologia e a linguagem específica do médico radiologista. Diferente do profissional de TI, o “Application” precisa ter conhecimentos relacionados à área biológica, deve entender de anatomia, fisiologia e patologia, prestando assim um serviço mais apropriado à realidade médica”, ressaltou.

Os inúmeros recursos que um PACS oferece auxiliam o Radiologista em análises minuciosas, na realização de reconstruções com mais facilidade, sem a necessidade de estar em uma sala de exames ou – no caso da Telerradiologia – dentro da instituição de saúde, o que facilita o fluxo de trabalho e aumenta significativamente a produtividade e precisão diagnóstica.

Além da Radiologia aplicada à profissão, os futuros Biomédicos também tiveram acesso a cursos sobre diferentes temas, como: “Neuroanatomia”, “Bioinformática e Biologia computacional”, “Microbiologia forense”, entre outros.

botao-01-01