5 erros que você não pode cometer na gestão de clínicas

Realizar uma gestão de clínicas com qualidade é fundamental para oferecer um bom atendimento e criar uma imagem desejável para o consultório. E é preciso pensar que isso envolve não só as aparências e atendimentos, mas também todo um conjunto de variáveis. A qualidade da administração vai desde a recepção até o controle dos processos internos e a capacitação dos profissionais. Falhas na gestão de clínicas podem trazer graves prejuízos e até fazer com que pacientes não retornem mais.

Está interessado em saber mais sobre como evitar falhas no gerenciamento da sua clínica? Confira nosso post!

1. Equipe despreparada e desmotivada para o atendimento

Uma equipe mal preparada não sabe como tratar os pacientes, não consegue informá-los sobre os procedimentos e muito menos representar os valores da clínica.  Quando os colaboradores estão desmotivados também tendem a transmitir um certo mau humor, oferecendo pouca atenção, deixando de ser agentes de cuidado.

Para evitar esses tipos de problemas, é importante investir na capacitação da equipe, com cursos e treinamentos, instruindo a todos sobre a missão e os valores da clínica. Além disso, é imprescindível motivar e integrar o time, buscando formas de manter um bom clima entre os colegas e oferecendo bons pagamentos e benefícios.

2. Má gestão do tempo

A má gestão do tempo na clínica traz um enorme prejuízo. Ela gera filas e longos tempos de espera, o que traz frustrações para os pacientes. Isso pode gerar perda de credibilidade e uma imagem negativa para a clínica.

O ideal é gerir bem os horários, marcando as consultas com pelo menos uma pausa de cinco minutos entre elas. Assim, o médico tem tempo de se preparar para o próximo paciente, organizar-se, lendo o prontuário, ou ainda dará melhor margem para realizar registros do paciente anterior, por exemplo. Além disso, a equipe de apoio e cuidado poderá também dar mais atenção aos pacientes que estiverem na espera.

3. Descontrole com as finanças

Deixar a gestão financeira em segundo plano pode gerar muitos prejuízos, começando pela desorganização e chegando até perdas monetárias. Afinal, uma clínica paga impostos, funcionários, arca com despesas, compra equipamentos e materiais, precisando de lucro para se manter.

Por isso, é importante investir em uma boa gestão financeira, registrando despesas, custos e ganhos em planilhas. Além disso, é preciso manter uma conta específica para a clínica, sem misturar o dinheiro dela com o capital pessoal.

4. Não investimento em tecnologia

Muitas clínicas apresentem dificuldade em se modernizar. Uma das ações mais comuns nesse sentido é utilizar prontuários em papel e marcar consultas apenas na agenda impressa, por exemplo. Essa resistência acaba tornando os processos mais lentos, trazendo dificuldades para organizar um excesso de papéis ou mesmo levando a problemas de comunicação.

Adotar sistemas informatizados, prontuários eletrônicos e abrir-se para a tecnologia pode trazer muitas facilidades para a clínica. Além do ganho em agilidade, várias pessoas podem acessar dados simultaneamente, com menos espaço ocupado e a organização de arquivos se tornando muito mais simples.

5. Sala de espera desconfortável

O momento de aguardar uma consulta deve trazer tranquilidade. Entretanto, é comum encontrar clínicas com salas de espera lotadas, desconfortáveis, mal higienizadas, sem o mínimo de estrutura para trazer a sensação de segurança necessária ao paciente.

O ideal é que a recepção seja uma sala tranquila e confortável, com televisão em volume baixo e algumas revistas ligadas a temas leves, de preferência sempre trocadas por novos exemplares. Oferecer café e água pode ser outra ótima estratégia para demonstrar cuidado e trazer aconchego ao paciente.

Uma gestão de clínicas de qualidade é fundamental para oferecer um bom atendimento e trazer mais confiança para o paciente. Manter uma equipe despreparada e desmotivada, gerir mal o tempo e as finanças e não utilizar a tecnologia a seu favor são alguns erros que podem trazer muitos prejuízos para a clínica. Evite este tipo de falha e promova mais eficiência e qualidade no seu serviço de saúde.

E então, gostou de saber 5 erros para não cometer na gestão de clínicas? Confira também como aumentar sua produtividade na emissão de laudos!

cta_newsletter