Medilab Sistemas amplia conceitos de gerenciamento de projetos nas implantações dos sistemas

selecionada1No final de setembro, toda equipe de Projetos da Medilab participou de um treinamento sobre conceitos de gerenciamento de projetos ágeis, modelo que vem sendo adotado nas implantações dos sistemas. Ao longo do encontro, também foram abordadas as projeções e mudanças do setor para o 4º trimestre de 2016.

Métodos tradicionais de gerenciamento de projetos, Scrum, Kanban, indicadores e metas do departamento foram alguns dos tópicos em destaque. “A ideia desse treinamento inicial é disseminar os fundamentos do gerenciamento de projetos entre toda a equipe de implantação. Para o próximo ano, temos o intuito de criar um escritório de projetos (PMO) e oferecer suporte, ferramentas e apoio com planejamento e controle às demais áreas da Medilab. Queremos demonstrar os benefícios de adotar essas práticas”, explicou Rodrigo Pimenta, Gerente de Projetos e responsável pelo departamento.

O principal tema apresentado durante o curso, a adoção de métodos ágeis nos projetos de implantação, representou uma síntese dos procedimentos que estão sendo utilizados pela equipe no segundo semestre de 2016. Hoje, a Medilab Sistemas emprega estes princípios na instalação dos sistemas, em diferentes perfis de estabelecimentos de saúde.

Entre as características dos métodos ágeis, destacam-se: escopo detalhado, abordagens adaptativas, produtos e serviços desenvolvidos a partir de múltiplas iterações, envolvimento ativo do usuário, foco no produto e no cliente. “Visamos antecipar as entregas dos projetos de implantação, agregando valor e aumentando a confiabilidade dos serviços da nossa empresa”, analisou o Gerente de Projetos.

Scrum e Kanban

Os colaboradores da Medilab que participaram deste primeiro curso, também puderam entrar em contato com conceitos criados para acelerar fluxos de processos e gerenciamento de projetos baseados em equipes auto-organizadas.

O Scrum é fundamentado no controle de processos empíricos e possui forte visibilidade e rápida adaptação. O Framework é principalmente utilizado no desenvolvimento de software, adota eventos de duração fixa (conhecidos como time-boxes) e também emprega uma abordagem iterativa e ampliada, permitindo que mudanças no escopo ou no planejamento sejam rapidamente inseridos no trabalho da equipe, sem retrabalho ou grandes esforços nas possíveis mudanças do projeto.

Já o Kanban é um termo de origem japonesa e significa “cartão” ou “sinalização”. Inicialmente aplicado em empresas ligadas à noção “just in time”, o sistema permite controle detalhado de informações sobre quando, quanto e o que produzir. Essa técnica é utilizada em conjunto com o Scrum, pois são duas metodologias praticadas no desenvolvimento ágil e que podem ser adaptadas a outros segmentos.

“Tanto o Scrum quanto o Kanban são ferramentas que permitem o controle eficiente do trabalho, potencializando as equipes em prol de um objetivo comum: atender as expectativas dos nossos clientes. São estruturas essenciais para gestão eficiente de projetos, pois facilitam a definição de atividades, auxiliam no alcance dos objetivos e cumprimento dos prazos estabelecidos”, finalizou Rodrigo Pimenta.

Quer saber mais sobre a metodologia de gerenciamento de projetos da Medilab Sistemas? Entre em contato com nossos especialistas.

cta_newsletter