Tendências tecnológicas para a saúde: conheça as mais importantes!

Os avanços tecnológicos na área da saúde têm permitido que procedimentos antes impensáveis possam ser realizados com bastante segurança hoje em dia. Desde cirurgias com o mínimo de intervenção aos pacientes, como aquelas realizadas com a ajuda de câmeras, até a comodidade de pegar os resultados de exames em casa ou em qualquer lugar, a partir de um computador.

Como as tendências tecnológicas podem te ajudar

Sistemas tecnológicos permitem que os estabelecimentos da área de saúde ofereçam um serviço de qualidade aos pacientes. Agilidade no atendimento e facilidade na entrega de resultados à distância são alguns dos benefícios do uso da tecnologia na medicina.

Para os profissionais, os sistemas podem auxiliar na organização de laudos e históricos clínicos – reduzindo os custos de armazenamento de documentos a longo prazo –, na gestão financeira e na praticidade de acessar o sistema de qualquer lugar, entre outros. Tudo isso reflete em aumento na produtividade.

Por isso, os profissionais da área de saúde precisam conhecer as soluções criadas a cada dia, suas vantagens e desvantagens e como elas podem ajudá-lo a solucionar problemas. Pensando nisso, vamos apresentar 4 tendências tecnológicas na área da saúde que você não pode ignorar:

1. Telemedicina

A telemedicina é uma área da tecnologia que inovou completamente a forma de administrar os exames dos pacientes. Através dela, a medicina tradicional pode tornar mais rápidos o atendimento e o diagnóstico. Por meios digitais, todos os exames podem ser encaminhados para qualquer lugar.

Além da emissão de laudos a distância, também existem a teleassistência, que permite que pacientes sejam monitorados de dentro de seu domicílio e que médicos de diferentes locais possam trocar informações, e a teleducação, quando profissionais podem utilizar videoconferências para se capacitar a distância.

2. Inteligência artificial

A inteligência artificial é composta por dispositivos que são capazes de simular características humanas, podendo calcular e tomar decisões. Atualmente, estudos já utilizam robôs para realizar cirurgias, com ou sem auxílio de médicos.

3. Prontuário

O prontuário eletrônico permite que todas as informações sobre o estado clínico de um paciente, como procedimentos realizados e medicamentos administrados, estejam concentradas em um só lugar. Alguns sistemas permitem também a gestão de dados como número de consultas realizadas e custos dos procedimentos. Inicialmente, o custo de implantação do prontuário eletrônico pode ser alto, mas com o passar do tempo, as vantagens como a otimização do atendimento ao paciente e da gestão hospitalar compensam o investimento.

4. Sistema em nuvem

O uso de um software de gerenciamento para clínicas hoje em dia é essencial para agilizar processos e reduzir erros. Também é preciso que sistemas de armazenamento sejam utilizados para guardar todas as informações necessárias para os estabelecimentos.

Com os sistemas de armazenamento em nuvem, os médicos podem acessar os dados de forma simples e com mais rapidez, através de um computador conectado à internet. Isso permite que médicos que trabalham em diferentes clínicas e hospitais possam acessar dados de todos os seus pacientes a qualquer hora, independentemente de onde estiverem. O risco de perder os dados também é reduzido, além da relação custo-benefício ser muito favorável com um investimento relativamente pequeno.

Agora que você conhece algumas tendências tecnológicas importantes para a saúde e como estas tecnologias podem melhorar a qualidade do sistema organizacional e produtivo de clínicas e outros estabelecimentos, aprenda como usar o sistema de nuvem em consultórios médicos clicando aqui.

cta_newsletter