Como expandir o atendimento ao paciente com o laudo a distância?

tele4A telemedicina veio para ficar e se tornar indispensável na área de saúde, principalmente na relação entre médicos e pacientes. Na questão de gerenciamento, graças a esse avanço tecnológico, a emissão de laudos médicos têm quebrado barreiras e limites das distâncias geográficas, reduzindo custos e diminuindo a chance de erros de diagnósticos.

Mas como expandir o número de pacientes com o laudo a distância? Leia no artigo abaixo. 

Como o laudo a distância pode ajudar pacientes que vivem em áreas remotas?

De acordo com pesquisas do IBGE, 52,9% da população brasileira precisa fazer exames em outras cidades devido às condições precárias da assistência de saúde de algumas localidades.

Saúde e tecnologia: você sabe o que é telemedicina e como usá-la?

A mesma precariedade na saúde de alguns municípios também faz com que boa parte das pessoas não realize exames preventivos, o que poderia garantir um tratamento adequado a tempo.

Como a tecnologia pode ajudar na emissão de laudos a distância?

O avanço da tecnologia baseada em nuvem tem permitido à área médica realizar exames e armazenar resultados, prescrições e outros registros de forma remota por meio de um servidor. Isso permite que médicos e outros profissionais de saúde, geralmente de grandes metrópoles, possam enviar laudos para outros centros de diagnóstico ou hospitais localizados em regiões mais distantes.

Assim, a assistência é prestada de forma excelente e a um custo extremamente reduzido, sem a necessidade de deslocamento do paciente.

Como o laudo é feito na prática?

Imagens de exames, como Raio-X, tomografia, entre outros, dependendo do procedimento realizado, são ajustados pelo médico nas configurações on-line, sem custos com material físico, como os filmes. Assim, a qualidade do resultado se torna melhor, facilitando assim o envio por link direto ou reconhecimento de voz – gerando um impacto na produtividade e redução de tempo.

Quais as vantagens do uso do laudo a distância?

  • Menos custos com infraestrutura;
  • Melhora na qualidade do atendimento de saúde;
  • Mais rapidez na emissão de laudos;
  • Redução significativa de erros em diagnósticos;
  • Praticidade para o dia a dia dos profissionais de saúde;
  • Acesso às informações de forma segura, com assinatura digital e uso de senhas criptografadas;
  • Possibilidade de compartilhamento de situações clínicas com outros médicos que também estejam acompanhando o processo;
  • Regiões mais afastadas têm acesso a cuidados de saúde de excelência, o que reduz distâncias.

Essas são algumas vantagens que podem atrair pacientes das localidades mais remotas. A emissão de um laudo a distância pode fazer a diferença em um diagnóstico mais rápido e um tratamento mais efetivo, portanto, inserir novas tecnologias sempre será um diferencial competitivo para clínicas e hospitais.

Gostou do que leu? Compartilhe agora mesmo esse conteúdo nas suas redes sociais!